binary-1414317_1920

McKinsey Global Institute divulga estudo sobre a realidade da competição em um mundo guiado por dados

Um relatório divulgado pelo McKinsey Global Institute (MGI),  The Age of Analytics: Competing in a data-driven world, confirmou o que tinha sido previsto em um estudo publicado em 2011, sobre a influência do Big Data no mercado corporativo.

Este novo documento reduziu incertezas de muitos que acusavam a popularidade do Big Data como apenas uma grande jogada de marketing de empresas de tecnologia. Mencionou ainda que, levando em consideração os avanços que presenciamos, o estudo divulgado em 2011 só deu uma visão parcial de todo o potencial do Big Data. 

O MGI explicou que hoje as empresas não somente possuem uma grande quantidade de dados à sua disposição, mas também possuem ferramentas de última tecnologia para analisar estas informações, que permitem otimizar processos operacionais e criar vantagem competitiva.

A tendência é presenciarmos uma mudança ainda mais significativa na maneira como trabalhamos e conduzimos negócios. Com a aprendizagem de dados atingindo a maturidade, as máquinas terão capacidades sem precedentes para pensar, resolver problemas, e compreender a linguagem, acelerando exponencialmente a velocidade dos processos organizacionais.

Principais insights compartilhados no relatório:

  1. O volume de dados coletados diariamente pelas empresas tem crescido exponencialmente. Como consequência disso, novas ferramentas de análise de dados vem sendo desenvolvidas. É esperado que a quantidade de dados disponíveis às empresas duplique a cada 3 anos, o que exigirá um poder computacional cada vez maior, e dará espaço a avanços em métodos de aprendizagem de máquina (machine learning), como a aprendizagem profunda (deep learning), por exemplo.
  2. O mundo físico está cada vez mais conectado com o mundo digital, o que faz com que tudo o que façamos se transforme em dados ricos para geração de insights. Dados que estão cada vez mais diversificados e ricos.
  3. Até mesmo as indústrias mais tradicionais e resistentes à mudanças vem se aproximando inevitavelmente de uma transformação digital, empregando novos modelos de negócios e atuando em ambientes cada vez mais complexos e competitivos.
  4. Os maiores avanços no processo de captura e análise de dados tem sido identificados nos serviços baseados em localização e no setor de varejo (EUA)
  5. Empresas relatam que encontrar o talento certo é o maior obstáculo que enfrentam na tentativa de integrar dados e análises em suas operações. Executivos entrevistados em uma recente pesquisa da MGI, revelaram que recrutar talentos analíticos é muito mais difícil do que preencher qualquer outra vaga. Por isso, é previsto que a demanda por cientistas de dados qualificados aumente consideravelmente.
  6. Muitas organizações expressam grande interesse em usar dados para crescer e melhorar o seu desempenho, e muitos profissionais vem observando oportunidades de mercado neste aumento da demanda. As maiores oportunidades estão na monetização de dados, agregação de informações de múltiplas fontes de dados, e análise de dados.
  7. Dados e análises podem incentivar descoberta e inovação. No campo da inovação de processos, dados e análises estão ajudando as organizações a estruturar equipes, recursos e fluxos de trabalho.
  8. Algoritmos podem auxiliar as pessoas na tomada de decisão. Quando as pessoas tomam decisões, o processo é muitas vezes parcial ou limitado pela incapacidade que temos de processar uma carga muito grande de informações. Dessa forma, dados e análises podem auxiliar ao trazer novas fontes de dados, quebrando as discrepâncias de informação e tornando o processo de tomada de decisão mais automático e instantâneo.

Para mais insights acesse o relatório completo.

_______________________________________________________________________

Faiga Fialho Schmidt
Marketing Team
faiga.schmidt@bravi.com.br
Veja o perfil completo